Resenhas

Resenha: “A voz da sereia volta neste livro”, Amanda Lovelace

Olá, meus amados beletristas! ♥ Hoje venho falar de um livro da minha autora de poesia contemporânea preferida, a Amanda Lovelace: A voz da sereia volta neste livro.

Quando cito a poesia contemporânea no meu blog e bookstagram, estou falando sobre a popularmente conhecida poesia de Instagram, que ficou famosa por ajudarem muitos leitores a saírem da indesejada ressaca literária. Esse tipo de poesia é composto por textos curtos e aborda geralmente assuntos debatidos nos dias atuais, como feminismo, movimento LGBT, movimento antirrascismo e outros, além de falar dos sentimentos desses grupos marginalizados de forma que quebre tabus. Por exemplo, quando a Rupi Kaur fala sobre relacionamentos abusivos nas poesias dela.

 A voz da sereia volta neste livro  | Amanda Lovelace | Editora Planeta | edição 2019 | 208 páginas | Nota: ★ ★ ★ ★ ★

No entanto, apesar de a Rupi Kaur ser a autora mais famosa desse meio, a minha preferida de poesia contemporânea é a Amanda Lovelace. Mas por quê?

A Amanda tem um jeito de escrever que me encanta. Ela aborda assuntos empoderadores, entra por completo no mundo do feminismo e faz magia com as palavras. Ela não fala apenas sobre desilusões amorosas como a maioria das poesias de Instagram faz hoje em dia (o que particularmente me desanima, desculpe); a Amanda traz discussões sobre empoderamento, crescimento pessoal, encorajamento e amor, mas também falando sobre um lado mais obscuro de sua vida – relacionamentos abusivos e a sua luta com a autoestima, além de falar sobre assuntos bem sensíveis. Ela mostra o processo de crescer e se tornar uma mulher, considerando o seu próprio tempo, seus momentos de superação diante as dificuldades impostas pela vida e também a sua dedicação na jornada do autoconhecimento, o que inspira quem está lendo. Esses fatores são apresentados logo na dedicatória:

“para a menininha apaixonada por livros.
obrigada por ter escolhido viver
tempo suficiente
para ter a experiência
de escrever um livro.
depois outro.
depois outro.
depois outro.”

Em A voz da sereia volta neste livro, Lovelace fecha sua série “As mulheres têm uma espécie de magia” com chave de ouro. Aqui, o livro é dividido em quatro partes: (I) o céu, (II) o naufrágio, (III) o canto e (IV) a sobrevivente. Em cada parte, eu, como leitorA, me encontrei em vários poemas. E é aqui que a Amanda traz seu diferencial: você se encontra na voz dela. Porque a Amanda preza pela união feminina, a sororidade, o apoio entre as mulheres. E ela prova isso mostrando não somente a sua voz, mas a voz de outras 13 poetisas na quarta parte (a sobrevivente) do livro. Amanda nos mostra o quão importante é dividirmos nossas experiências, aprendermos mais umas com as outras, nos unir.

Ou seja, é um livro lindo que apesar de ser uma leitura rápida, é uma leitura que faz você refletir muito, principalmente no fato de como as mulheres estão conectadas em suas experiências. Perceber essa conexão e encontrar motivos para lutar não somente por si mas também por outras é lindo! ♥

Fiquem com uma das poesias favoritas que encontrei ao longo dessa bela leitura:

“seja
vitoriosa
em
tudo o que
você faz.
incomode os deuses,
se for
preciso.
& talvez,
especificamente, os deuses.”

Obrigada por lerem até aqui e até o próximo post! 😉

Sobre a autora

Caminho entre letras e sonhos: sou uma eterna apaixonada pelas viagens que as páginas amareladas de um livro pode me levar. Cada página virada é uma nova aventura; em êxtase entro só de pensar. Amo tudo o que me faz expandir esse universo que eu sou; amo olhar minha estante pensando na próxima aventura em que embarcar eu vou. Entrando em sintonia comigo mesma, sou uma louca alucinada pelas belas letras.

Gostou desse post? Deixe sua opinião nos comentários! ♥

%d blogueiros gostam disto: